Bedelia afirma: “Das esposas do Barba Azul, eu prefiro ser a última” – Hannibal Cena Inédita

Bedelia du Maurier, Hannibal, Gillian Anderson - Hannibal - Cena Inédita

Hannibal – Cena Inédita. Bedelia du Maurier, a enigmática psiquiatra que sempre tem as melhores respostas, no episódio 12 da terceira temporada, conversando com Will Graham, ao ser chamada por ele de Esposa do Barba Azul, responde da seguinte forma: “Se fosse para ser esposa do Barba Azul¹, eu teria preferido ser a última”.

Mas esta não foi a primeira vez na série que Bedelia se referiu ao curioso personagem de barba azul que se casou diversas vezes e “desapareceu misteriosamente” com suas esposas.

Antony Dimmond, o melhor personagem que durou um episódio

No primeiro episódio da temporada, “Antipasto”, Bedelia tem um breve encontro com Antony Dimmond, durante uma de suas compras de “Due bottiglie di Bâtard-Montrachet e li tartufi bianchi”, uma cena que foi cortada na edição do episódio. Este encontro acontece no dia seguinte à cena do jantar, (É esse tipo de festa? Vocês são esse tipo de casal?), onde Dimmond conhece Bedelia e fica intrigado por ela estar evitando carnes, pois “não queria comer nada que tivesse sistema nervoso central”.

Antony resolve investigar o novo amigo, Hannibal, desconfiado do convite para assistir a uma palestra de Dr. Fell e, ao avistar Bedelia caminhando pelas ruas de Florença, vai atrás da doutora e eles conversam brevemente.

Várias fotos do episódio Antipasto foram divulgadas na época do lançamento, incluindo algumas fotos desta cena que não foi utilizada na edição final. Uma pena, pois assim teríamos mais alguns segundos de Antony Dimmond para apreciar.

Como os Braziliannibals gostam de saber tudo que acontece, confira a tradução da cena que ficou de fora do primeiro episódio da terceira temporada de Hannibal:

Hannibal – Cena Inédita

Cena deletada do primeiro episódio de Hannibal na terceira temporada

Bedelia caminha pelas ruas de Florença, visivelmente ansiosa. Dimmon está caminhando tranquilamente e avista Bedelia na rua. Segue-a até entrar na Vera Dal 1926.

Anthony Dimmond segue Bedelia pelas ruas de Florença Anthony Dimmond segue Bedelia pelas ruas de Florença

 

 

 

 

 

INTERIOR DA VERA DAL 1926 – DIA

Caminhando entre massas e presuntos, Bedelia aproxima-se do funcionário no balcão:Bedelia e a cena deletada

BEDELIA DU MAURIER
Due bottiglie di Bâtard-Montrachet e li tartufi bianchi, per favore.

Enquanto ela aguarda, Antony dirige-se até Bedelia.

ANTONY DIMMOND
Florentinos dizem que Vera Dal, com sua variedade de queijos e trufas, cheira como os pés de Deus.

BEDELIA DU MAURIER
Olá, Sr. Dimmond.

Anthony Dimmond segue Bedelia pelas ruas de Florença

ANTONY DIMMOND
Eu não sei se é você, eu ou Deus, mas sei que algo não está cheirando bem.

O funcionário da Vera Dal entrega a sacola com as compras de Bedelia.

BEDELIA DU MAURIER
Grazie.

ANTONY DIMMOND
O jantar foi adorável. Eu devo confessar que tenho uma certa curiosidade sobre o seu marido… Sra. Fell.

BEDELIA DU MAURIER
(eles se olham e então)
Adeus, Sr. Dimmond.

Bedelia pega sua sacola e sai da loja. Antony segue.

Hannibal - Bedelia e DimmondANTONY DIMMOND
Perguntei a um dos estudiosos na Palazzo sobre Dr. Fell. Com seu dedo de velho, apontou diretamente para o seu marido. Eu pensei que o velho estava equivocado, mas ele não estava.

Bedelia continua andando. Dimmond acelera o passo para alcançá-la.

dimond-segue-bedelia dimond-segue-bedelia2

ANTONY DIMMOND
Mesmo com esta evidência entre os dentes, você continua apenas andando!

BEDELIA DU MAURIER
Não são estes os dentes que você deve se preocupar.

Bedelia tenta manter a calma.

ANTONY DIMMOND
Onde estão Roman e Lydia?

BEDELIA DU MAURIER
Eu não sei.

ANTONY DIMMOND
O seu marido sabe?

BEDELIA DU MAURIER
Ele não é meu marido. Ele, absolutamente, é outra coisa.

ANTONY DIMMOND
Este homem é o curador de uma exposição de Instrumentos de Tortura!

BEDELIA DU MAURIER
O pior da essência do espírito humano não se encontra na máscara de ferro ou na lâmina, Sr. Dimmond. Está no rosto em meio a multidão.
(Breve silêncio)
No entanto, Sr. Dimmond, se você acha que vai manipular esta situação para tirar vantagem, melhor pensar novamente.

ANTONY DIMMOND
A esposa do Barba Azul… segredos que você não sabe, mas jurou guardar.

BEDELIA DU MAURIER
Se for para ser esposa do Barba Azul, eu prefiro ser a última. E você pode preferir ir à polícia.

ANTONY DIMMOND
Você quer ser pega.

BEDELIA DU MAURIER
E você vai me ajudar?

**** FIM DO TERCEIRO ATO ****


Quer conferir o script original, deste episódio, Antipasto, em inglês, com essa cena e tudo mais? Então clica aqui e baixa o PDF dessa obra maravilhosa, disponibilizado pela produtora Living Dead Guy, de Bryan Fuller!


Mas afinal de contas, quem é o Barba Azul?

O Barba Azul

¹Barba Azul é o personagem principal de um famoso conto infantil sobre um nobre violento e sua esposa curiosa. Com o título de “La Barbe-Bleue”, foi escrito por Charles Perrault e publicado pela primeira vez no livro que ficou conhecido como Les Contes de ma Mère l’Oye (“Contos da Mamãe Gansa”), de 1697.
Barba Azul era um rico aristocrata, assustador por ser muito feio, com uma horrível barba azul. Ele já se tinha casado seis vezes, mas ninguém sabia o que tinha acontecido com as esposas, que desapareceram. Quando o Barba Azul visitou um de seus vizinhos e pediu para casar com uma de suas filhas, a família ficou apavorada. O Barba Azul acabou por convencer a filha caçula. Os dois casaram-se e foram viver no castelo do nobre.
Pouco tempo depois, o Barba Azul avisou que iria viajar por uns tempos; ele entregou todas as chaves da casa para sua esposa, incluindo a de um pequeno quarto que ele a havia proibido de entrar. Logo que ele se ausentou, a mulher começou a sofrer de grande curiosidade sobre o quarto proibido. Após alguns dias pensando no que havia lá, a mulher resolveu bisbilhotar o que havia no quarto, ela descobriu o macabro segredo do marido: o chão do quarto estava todo manchado de sangue, e os corpos das ex-esposas do Barba Azul estavam pendurados na parede. Apavorada, ela trancou o quarto, mas não viu que o sangue havia sujado a chave.
Quando o Barba Azul retornou, ele percebeu imediatamente o que sua esposa tinha feito. Cego de raiva, ele ameaçou-a, mas ela conseguiu escapar e trancar-se junto da irmã, na torre mais alta da casa. Quando o Barba Azul, armado com uma espada, tentava derrubar a porta, chegaram dois irmãos das mulheres. Os irmãos mataram o nobre enlouquecido e salvaram suas parentes.

One thought on “Bedelia afirma: “Das esposas do Barba Azul, eu prefiro ser a última” – Hannibal Cena Inédita”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *